A nova lista telefônica: aprenda em sete passos a criação de um website

em

Clarissa Germano e Kevin Lima

 

Há duas décadas, quando a internet engatinhava, empresas e pessoas tinham apenas uma preocupação: garantir a nova versão das listas telefônicas e aparecer nelas. Essas contavam com todos os telefones do município ou da região. Os registros eram separados em categorias que permitiam a todos obter o contato e o endereço de residências ou negócios. Obsoletas hoje, as listas foram substituídas por ferramentas como o Google e pelo maior ponto de visibilidade das marcas: os sites.

 

Mais de quatro bilhões de pessoas usam a internet no planeta, sendo que aproximadamente 127 milhões usam no Brasil. Segundo o Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic), apenas 57% das empresas brasileiras têm um website. Criar uma página é dar credibilidade e visibilidade ao seu negócio. Ela serve para abranger informações essenciais, como os seus produtos e o seu contato. Na busca desse novo público, a sua empresa precisa estar conectada e usar as novas tecnologias a seu favor. Cada vez mais, é necessário ter um endereço virtual sólido, visual e propício à experiência do usuário no processo de fidelização e estabelecimento da marca.

 

Pensando nisso, a Facto quer ajudar você a construir o seu site em sete passos.

 

 

  • DEFINA O OBJETIVO

 

“Qual o foco da sua página?” e “quem você quer atingir?” são duas perguntas norteadoras, que podem ser feitas e respondidas para auxiliar no processo de criação. Com um website, você pode querer:

  • apresentar sua marca;
  • introduzir uma nova linha de produtos;
  • abrir o primeiro ponto de contato do cliente com sua empresa;
  • veicular depoimentos e divulgar os seus serviços.

Pense, além do público-alvo, em qual conteúdo alguém espera encontrar na sua página e como organizá-lo para que a experiência do usuário seja a melhor possível.

 

 

  • RESERVE O SEU DOMÍNIO

 

A forma como as pessoas vão acessar a sua página também é importante. O domínio, tecnicamente chamado de URL, é o endereço do seu site. É o que os visitantes vão digitar nas barras dos navegadores. Por isso, ele precisa ser único. 

 

No mercado digital, há várias terminações de endereço, como “.com” e “.com.br”. Ainda há finais específicos, como “.edu”, “.agro” e “.life”. Apesar de um domínio ser pago, geralmente o  custo é baixo – cerca de R$ 30,00 ao ano. 

 

Nesse segundo passo, identifique a singularidade da sua marca. Dê a ela um domínio único e próprio.

 

 

  • ENCONTRE UMA FERRAMENTA PARA CONSTRUIR O SEU SITE

 

Há alguns anos, nasceram construtores de sites capazes de facilitar todo processo de formulação de uma página. Neles, não é preciso saber programar ou ter conhecimentos técnicos. Essas ferramentas costumam ser intuitivas. A criação é delimitada por layouts (desenhos) prontos, mas podem ser personalizados a fim de encontrar a cara da sua marca.

 

A plataforma mais utilizada no mundo é o WordPress.org. Mas ainda existem outros, como Wix, Joomla! e construtores oferecidos por empresas que registram domínios. Em todos eles, você pode escolher o layout da página e personalizá-lo.

 

 

  • DEFINA AS SEÇÕES 

 

Após relembrar as respostas do primeiro passo, construa a experiência do seu visitante. A grande maioria das páginas é construída com seções, como:

 

  • home – página inicial e de boas-vindas;
  • quem somos – apresentação e humanização da marca;
  • serviços – vitrine das opções oferecidas pela empresa;
  • contato – endereço, telefone e e-mail.

 

Elas são gerais e facilitam a experiência do usuário. Além de não ser um escopo fixo (pode ser mutável), é essencial colocar todas as informações básicas de modo visível e organizado. A partir do objetivo do seu site, é importante também definir e traçar os possíveis caminhos do seu cliente. Tente estabelecer o conteúdo presente em cada uma das seções.

 

Ao final, elabore o mapa da sua página e questione se há fluidez para o usuário. Se não houver, repense as seções e conteúdos e traduza os possíveis sentimentos do visitante.

 

 

  • PRODUZA O CONTEÚDO

 

Está na hora de colocar a mão na massa! É neste passo que você deve dar voz à sua marca. Então, primeiro compreenda como ela gostaria de se expressar. Com informalidade? Formalidade? Impessoalidade ou intimista? Uma das mais importantes fases do desenvolvimento é pensar na relevância dos conteúdos.

 

A credibilidade da sua marca pode ser fomentada por meio dos conteúdos publicados na sua página oficial. Redija o conteúdo com máximo cuidado e revise-o antes.

 

Para facilitar o processo de criação, estruture em tópicos o texto e desenvolva-o em cima deles. Contudo, não fuja dos objetivos estruturados em cada seção.

 

 

  • CONSTRUA O DESIGN

 

Neste momento, você precisa pensar em um projeto visual de sua marca. Ou seja, a forma como quer ser visto pelos seus clientes.

 

Se ela já possui uma identidade visual, é fundamental usá-la nas cores, formas, símbolos e tipografias da composição do site. Quando esses conceitos estão bem consolidados, a sua marca tem mais chances de ser lembrada pelo usuário. 

 

Caso não haja identidade visual, é hora de explorar paletas e montagens que tenham sentido para o seu negócio. Elas devem transmitir as sensações que você propõe e precisam estar harmoniosas com o resultado final da sua página. Busque referências e padronize os processos. 

 

Para ambos os casos, uma sugestão: crie um estilo, implemente-o no seu site e coloque-o no seu layout. Não esqueça que as páginas devem ser fáceis de usar e os conteúdos fáceis de ler.

 

 

  • UTILIZE SEO

 

SEO (Search Engine Optimization) é uma técnica que aumenta as chances do seu conteúdo estar entre os primeiros resultados do Google quando alguém busca por uma palavra-chave priorizada por você no seu assunto. Para otimizar os resultados, temos algumas dicas:

 

  • Nunca use mais de 60 caracteres em títulos de páginas; 
  • Defina palavras-chave para o website;
  • Não construa conteúdos com mais de 2.500 caracteres;
  • Coloque uma palavra-chave no título ou endereço (URL);
  • Hierarquize o conteúdo: crie subtítulos e categorias; 
  • Busque ferramentas para diminuir o tempo de carregamento.

 

Coloque a técnica em sua estratégia de divulgação e alcance mais visibilidade.

 

Agora, você já sabe como criar um website e pode encontrar o que faz sentido para sua marca. Surgiram dúvidas? A Facto está à disposição para te ajudar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s