Quando a brincadeira vira Prêmio Nobel

em

Aelita tem as próprias exposições de arte, Ethan doa milhões para caridade, Gregory está fazendo doutorado e Akrit faz cirurgias. Mas eles têm algo em comum: fizeram tudo isso antes de completar 18 anos. Ainda crianças, realizaram coisas que muitos adultos sonham em um dia viver.

Relatos sobre pequenos gênios foram percebidos em diferentes épocas ao longo da história. Mozart, por exemplo, começou a compor músicas com cinco anos de idade. Com nove, já era autor de sinfonias. Einstein, por outro lado, passou por dificuldades na juventude por pensar muito à frente da realidade da época. Independentemente do século em que cada um viveu, esses feitos vão além da facilidade que crianças têm de aprender.

As crianças com altas habilidades, popularmente conhecidas como superdotadas, se destacam desde muito novas. Segundo informações do Ministério da Educação, algumas características são comuns nos pequenos. Quando estão em idade pré-escolar, possuem alto grau de curiosidade, rapidez de aprendizado, liderança, boa memória, vocabulário avançado e originalidade para resolver problemas. No mundo, alcançam grandes conquistas cada vez mais rápido.

Aelita Andre

Aelita nasceu na Austrália em 2007 e começou a pintar antes de fazer um ano de idade. Com dois, já tinha quadros em exposições. Conhecida como “Prodígio da Cor” e com pinturas abstratas que valem mais de 20 mil dólares, críticos a comparam a Picasso, Salvador Dali, Wassily Kandinsky e Jackson Pollock.

Ethan Bortnic

Ethan tem 15 anos e é pianista, escritor, compositor e ator. Nascido nos Estados Unidos, começou a tocar piano com apenas três anos e, aos cinco, já escrevia as próprias músicas. Com o trabalho que realiza na infância, já arrecadou mais de 25 milhões de dólares para instituições de caridade.

Akrit Jaswal

O garoto indiano começou a escrever quando tinha dois anos. Com seis, interessado por ciências e anatomia, lia tudo que encontrava sobre o assunto. Ganhou a reputação de gênio da medicina e médicos locais permitiam que assistisse pequenos procedimentos. Realizou uma cirurgia pela primeira vez aos sete anos. Hoje, com 23, realiza estudos em busca de cura para o câncer.

Gregory Smith

O americano nasceu em 1989. Com 14 anos, se preparava para o doutorado e, há três anos, estava sendo indicado ao Prêmio Nobel da Paz. Fundador da International Youth Advocates, organização que trabalha em defesa de crianças em situação de risco, impacta vários países ao redor do mundo. Envolvido com a educação e o empreendedorismo, cobra cerca de dez mil dólares por apresentação e palestra que faz.

Seja em programas de talentos, na vida acadêmica, em esportes, na música ou em hobbies, crianças surpreendem o mundo todos os dias. Para alguns, o desenvolvimento é resultado da forma de criação dos pequenos. Para outros, são oportunidades que encontram na vida. Às vezes, a explicação dada é a existência de milagres. Independente do porquê e do como, uma palavra que cerca os jovens é futuro. Você também conhece alguém mais novo que já faz algo melhor do que você? Não se preocupe. São crianças! Agora que elas estão começando a aprender.

Arte por Giulia Marcelino

Texto por Mariana Borges

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s