Que gracinha! Dá até vontade de…

em

 

Apertar, beliscar, esmagar ou morder. Você certamente já sentiu essas vontades quando viu aquele bebê ou animal fofinho em algum lugar. Isso pode parecer estranho, mas é explicado cientificamente e mais comum do que se pensa!

O corpo humano trabalha constantemente para estar em equilíbrio, tanto emocional quanto fisiologicamente, como quando se chora de alegria ou se ri de nervoso. O nome da necessidade que as pessoas têm de agredir coisas fofas é cute aggression – agressão fofa.

Segundo uma pesquisa feita na Universidade de Yale pela estudante de Psicologia Rebecca Dyer, isso acontece porque o cérebro tenta compensar o excesso de emoções positivas com impulsos negativos. Esse reflexo não tem intenção de causar dor ou machucar quem o desperta.

Quando alguém se depara com aquilo que é bonitinho e engraçado, desperta-se sentimentos de ternura e satisfação. Hormônios como serotonina, dopamina e ocitocina – relacionados à felicidade – são liberados na corrente sanguínea causando a sensação exagerada de afeto.

O efeito das coisas extremamente fofas vai além de estimular certa violência. Um estudo publicado na revista PLOS ONE, realizado na Universidade de Hiroshima no Japão, comprova que ver fotos de animais engraçadinhos aumenta a concentração. No experimento realizado, pessoas expostas a imagens fofas se saíram melhor em atividades que exigiam foco.

Em ambos os casos, a resposta do organismo relaciona-se com o instinto protetor do ser humano que, ao ver algo aparentemente indefeso e inofensivo, sente-se no dever de cuidar e defendê-lo.  

Sabendo de tais fatos, vários canais e páginas na internet foram criados com o intuito de te deixar sempre em contato com imagens e vídeos que possam manifestar essas emoções. Páginas como Fofura Motivacional e Doug The Pug, no Facebook, possuem milhares de seguidores que buscam pelas publicações de animais fofinhos para inspiração diária. 

E aí, alguém mais se considera viciado em fofura? 

13669633_1114402385311253_944317716851828831_n

Foto retirada da página Doug The Pug, no Facebook.

Arte por Camila Alves

Texto por Marisa Wanzeller

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s