Rapport: empatia na negociação

em

rapport2Por Carolyna Paiva

Em uma negociação, é normal termos afinidade com a outra parte ou mesmo nos sentirmos desconfortáveis. Apesar de acontecer naturalmente, é possível desenvolver uma técnica que possibilita criar essa sintonia com alguém. Esse estado de simpatia é chamado de Rapport, que significa relacionar, criar uma relação de confiança e harmonia com o outro.

“Rapport é a capacidade de entrar no mundo de alguém, fazê-lo sentir que você o entende e que vocês têm um forte laço em comum. É a capacidade de ir totalmente do seu mapa do mundo para o mapa do mundo dele. É a essência da comunicação bem-sucedida.” – Anthony Robbins

Para atingir o Rapport, é preciso seguir algumas etapas que ajudarão nessa identificação.

1. Espelhamento corporal

ESPELHAMENTO

Sabemos que a comunicação vai além da fala, pois o corpo também responde pelo entendimento e interesse do ouvinte. Dai surge o espelhamento, que consiste em acompanhar sutilmente os movimentos e expressões corporais do outro.

2. Ajuste da linguagem

Ajuste da linguagem

Assim como os comportamentos devem ser espelhados, a fala também. Em uma negociação, é indicado usar uma frase similar a que o cliente proferiu, sem ser exagerado ou chamativo, acrescentando, de maneira suave, uma opinião.

3. Combinar

Combinar

Diferente de espelhar, combinar significa buscar agir semelhante, porém com certo atraso, ou seja, só depois de analisar o conjunto de atitudes do cliente que irá buscar a simbiose.

O uso do Rapport é, no geral, uma forma de fazer com que a pessoa sinta que vocês compartilham do mesmo ideal. Entretanto, é preciso tomar muito cuidado. As práticas devem ser feitas com cautela, e usadas apenas para conseguir se comunicar melhor e conquistar seu cliente. Se ele perceber que está sendo imitado, o resultado será totalmente o oposto. Ainda assim, o método vale à pena, e a forma mais indicada de desenvolvê-lo é a prática constante, ouvindo e observando os outros.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Gilton Paiva disse:

    É um bom começo, mas para conquistar a empatia do interlocutor em uma negociação é preciso algo mais, pois existe sempre um conflito de interesse entre as partes…
    De qualquer forma, PARABÉNS pela matéria. Muito Orgulho de você!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s