Quando a mentira vira verdade

em

Por Laís Sinício

Quem nunca se deparou com alguma notícia falsa na internet e acreditou nela? Você se lembra da história de Mark Zuckeberg, que estava triste com os brasileiros? Ou, mais recente ainda, que a Samsung teria pagado a Apple com um caminhão de moedas? O aparecimento de matérias desse tipo, veiculadas por sites sensacionalistas, se tornou tão frequente que não é preciso voltar muito no tempo para relatar alguns casos.

Na internet, existem sites de humor especializados em publicar matérias falsas e engraçadas. O curioso é que algumas vezes essas notícias são encaradas como verdadeiras e se espalham pelo mundo virtual. Com o sucesso das mídias sociais, esse processo ficou mais comum. Além de qualquer um poder inventar o que bem entender e levar outros a acreditarem, as redes sociais também contribuem na difusão dos boatos.

No começo deste ano, surgiu a história de que Roberto Goméz Bolanos, o Chaves, teria morrido. Muitos dos que liam essa notícia recorriam ao Facebook e Twitter para indagar se seria verdade, ou simplesmente para passar a notícia aos seus amigos e assim espalhar mais a mentira. Apesar de considerado morto por muitos fãs, “Chaves” estava de férias em Miami com sua esposa.

Entretanto, a efemeridade do mundo virtual causa um problema maior quando essas histórias vão parar em sites noticiosos. O forte caráter de verdade que as mídias espalham desses boatos infelizmente faz com que, algumas vezes, jornalistas encarem como histórias verídicas e limitem sua apuração a essas mídias. Resultado: a mentira vira verdade através da publicação no portal de notícia até ser desmentida.

Um caso mais sério de boato nas mídias sociais foi o do Enem deste ano. Na manhã do primeiro dia de prova a hashtag #Enem2012Cancelado  alcançou o 4º lugar dos Trending Topics mundiais. Tudo não passava de um grande boato que atingiu proporções inesperadas e provocou não só a desistência de candidatos, mas também desclassificações. Foi o caso de alguns estudantes que postaram fotos do cartão de resposta da avaliação nas mídias para provar que não havia sido cancelada.

O mundo digital, ao mesmo tempo em que democratiza o acesso à informação, não controla a veracidade das histórias e notícias espalhadas nas mídias. Fique atento ao conteúdo que chega à sua tela, pode ser que não seja verdade. Confira o vídeo no site Olhar Digital, “Na web, boatos viram notícia. Como e por que isso acontece?”.

Assista a um exemplo de como jornais fictícios podem, sem querer, enganar o público:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s