Entrevista com Dione Moura

em

Por Camila Curado

Este ano, na primeira quinzena de novembro, ocorrerá o 10º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo e o II Encontro Nacional de Jovens Pesquisadores em Jornalismo na PUCPR, Curitiba. Em 2003, a Universidade de Brasília sediou o  1º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo, onde estudiosos de diferentes regiões do país criaram a Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor). No intuito de atuar em conjunto com associações já existentes, como o Intercom e o Compós, a SBPJor criou rede de compartilhamento de pesquisas em jornalismo.

A Facto teve a oportunidade de entrevistar a Presidente da SBPJor, Dione Oliveira Moura, professora e pesquisadora em Comunicação da Universidade de Brasília. Confira a entrevista abaixo:

Facto: Desde a criação da SBPJor até o 10º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo, quais foram as mudanças mais visíveis?

Dione: Desde a criação da SBPJor a pesquisa em jornalismo tem sido incentivada. É visível o fortalecimento da rede de pesquisadores em jornalismo, tanto em nível nacional, quanto internacional. Então, talvez, a grande mudança seja o crescimento do jornalismo acadêmico no mercado de trabalho. Durante esse tempo, mais pesquisadores se associaram à SBPJor,  e as parcerias entre pesquisadores brasileiros e estrangeiros aumentaram.

1º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo, em 2003. Professora Dione, primeira à direita (sentada), foi nomeada como diretora editorial da SBPJor.

F: Como surgiu o Encontro Nacional de Jovens Pesquisadores em Jornalismo (JPJor)?

D: No Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo, o jovem que quisesse participar, teria de estar acompanhado pelo docente responsável pela pesquisa. Então, o Encontro Nacional de Jovens Pesquisadores em Jornalismo surgiu com o objetivo criar um espaço onde os jovens pudessem apresentar trabalhos sem a obrigatoriedade de ter um docente ao lado. Com isso, o JPJor fortalece debates pertinentes aos estudos da graduação.

F: Como funcionará a programação dos dois encontros? Além das apresentações de trabalhos, o que mais haverá?

D: A apresentação de trabalhos é um dos grandes enfoques do encontro. O outro atrativo é o fomento do diálogo entre estudantes e professores que trabalham em pesquisas semelhantes, mas em diferentes regiões do Brasil e até mesmo do exterior. A possibilidade do aluno poder trocar ideias com autor do livro que ele utiliza em pesquisas é formidável. Além disso, o encontro também conta com a entrega do Prêmio Adelmo Genro Filho (destinado, anualmente, a pesquisa considerada mais relevante para o jornalismo) e com lançamento de livros durante os dias do evento.

F: Os dois eventos ocorrerão simultaneamente. Se alguém se inscrever no JPJor, poderá frequentar atividades do Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo?

D: Sim, com certeza. A inscrição é a mesma para os dois eventos, e então o estudante poderá participar de ambos os encontros. Além disso, é importante frisar que o evento não é feito somente para alunos de jornalismo. Estudantes de qualquer outro curso também podem participar, desde que estejam realizando pesquisas acerca do jornalismo.

F: O que fazer para se associar à SBPJor? Basta ser estudante?

D: Basta ser estudante, não precisa cursar jornalismo. O formulário é aberto ao público e se encontra na página da SBPJor. Lá há mais informações sobre como se tornar um associado e quais as diferentes taxas cobradas para quem acaba de iniciar o cadastro.

F: Além dos encontros anuais, quais outros benefícios de ser associado?

D: O associado, além de receber descontos nos encontros da SBPJor, pode debater com outros pesquisadores da área sobre os temas mais estudados em jornalismo. A associação funciona como um laboratório, onde se tem 400 pesquisadores circulando informações diariamente. A SBPJor envia informativos aos seus associados e os mantém informados sobre diversas pesquisas que estão acontecendo, não só no Brasil, como em outros países. Ser um associado é ter benefícios de intercâmbio e ser parte da maior rede de pesquisa em jornalismo do país!

F: Como é ser a Presidente da SBPJor?

D: É uma tarefa muito honrada. Você tem a oportunidade de ajudar a fortalecer esse campo de estudo da comunicação e fomentar novas gerações, que é o que fazemos nesses encontros de jovens pesquisadores. Acredito que é necessário muita coragem e humildade para assumir esse cargo. Estou satisfeita em fazer parte disso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s