Como você chegou aqui?

em

Uma pergunta simples que pode modificar totalmente sua Comunicação Digital. Aqui, me refiro a esse site, mas posso me referir ao mundo e, logo, notar que se seus pais não estivessem se conhecido você não estaria aqui e, assim, perceber como relacionamentos são essenciais para, por fim, tratar da influência das redes sociais. Mas, novamente, fica para o próximo post.

De duas uma: ou você viu um link em algum lugar ou procurou nosso site em alguma ferramenta de busca. Isso nos leva a duas conclusões: você precisa divulgar sua URL e você precisa ser visto pelo Google, Yahoo!, Lycos, Alta Vista e outro qualquer. Assim, basicamente, o Marketing de Busca (Search Marketing – SEM) consiste em usar técnicas específicas (Search Engine Optimization – SEO) para otimizar o site, de maneira que esse seja mais facilmente encontrado. Como se vê, esse é um tema muito estudado, cheio de técnicas e termos específicos e vamos lidar apenas com o básico, mas essencial:

• Crie em seu site conteúdo de qualidade, em quantidade significativa, e relacionado claramente com o seu negócio ou com o que é proposto;
• Tenha uma lista de palavras-chaves relacionadas ao tema tratado e garanta que elas estejam presentes ao longo do texto;
• Garanta que, a partir da página principal do seu site, seja possível chegar a todas as outras páginas do mesmo por meio de hiperlinks;
• Use as opções das próprias ferramentas de busca para otimizar a varredura do seu site e conhecer melhor o processo de busca;
• Planeje a atualização do seu site;
• Torne títulos e subtítulos interessantes e seus parágrafos menores;
• Saiba que, por mais que o Flash torne seu site maravilhoso, todas as palavras contidas nele são lidas como imagens no momento da busca, logo, não constarão nos resultados.

Para compreender o sistema de busca é necessário também entender alguns termos relacionados e não custa conhecer alguns outros:

• Visita – ato de entrar em um site;
• Exibição de página – exibição de uma página do site no browser;
• Visitantes únicos – total de visitantes na página;
• Conversão – negócio efetivo, pagamento, pedido, contato inicial entre consumidor e empresa;
• Mashups – mistura de outras partes de sites e serviços online, que altera a programação da página;
• Widgets – acessórios de outros sites para diversas plataformas, são basicamente mashups prontos para o uso, sem modificações na programação;
• Crowdsourcing – ‘fonte coletiva’; site colaborativo com fim específico; terceirização aberta, sem contrato formal.

Agora, saia daqui sabendo mais em como chegar aos lugares e, principalmente, levar pessoas a eles.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Divulgar Site disse:

    Ótimo! parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s